sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Porque não se canta o Aleluia na Quaresma?

Aleluia significa "Louvai Javé", e é aclamação marcada pela alegria e pela festa. O clima da Quaresma não combina com isso. O Aleluia será uma explosão de alegria na Vigília Pascal. Também o Glória é omitido na Quaresma, pelos mesmos motivos.
Todo tempo litúrgico tem cantos próprios e é preciso saber escolhê-los bem. Isso vale também para a Quaresma. Normalmente são cantos de inspiração bíblica convidando ao arrependimento, à conversão, à fraternidade. Os cantos para a campanha da fraternidade são oportunos para essas ocasiões.


* Qual a cor litúrgica da Quaresma?


A cor litúrgica da Quaresma é o roxo, um convite á conversão, a penitência e à fraternidade. No 4º domingo pode-se usar cor-de-rosa por causa da antífona de entrada, que convida: "Alegra-te, Jerusalém...". O clima de Quaresma deve transparecer também na ausência do Aleluia, do Glória e na sobriedade da ornamentação (flores) e dos instrumentos musicais para acompanhar o canto.


* Porque se costumava cobrir imagens na Quaresma?


Esse antigo costume servia para alertar os fiéis que era preciso concentrar-se no personagem central da nossa fé e razão de toda caminhada quaresmal: Jesus Cristo, na sua paixão, morte e ressurreição.


* Qual o sentido da matraca?


A matraca é um instrumento antigo. Parece que surgiu na Idade Média, como aviso da chegada da comida para pessoas confinadas por causa das doenças ou pestes. Seu uso foi estendido ao campo religioso, substituindo o toque do sino nas procissões e celebrações da Quaresma e Semana Santa. Não tem nenhuma importância, e muitas comunidades não a usam mais.


* Qual a mensagem da Quaresma?


Podemos resumi-la com frases tiradas das leituras bíblicas da Quarta-feira de Cinzas: "Rasguem o coração, e não as roupas! Voltem para Javé, o Deus de vocês, pois ele é piedade e compaixão, lento para a cólera e cheio de amor..." (Joel 2,13). " Em nome de Cristo, suplicamos: reconciliem-se com Deus. Aquele que nada tinha a ver com o pecado, Deus o fez pecado por causa de nós, a fim de que por meio dele sejamos reabilitados por Deus. Visto que somos colaboradores de Deus, nós exortamos vocês para que recebam a graça de Deus em vão. Pois Deus diz na Escritura: 'Eu escutei você no tempo favorável, e no dia salvação vim em seu auxílio'. É agora o momento favorável. É agora o dia da Salvação" (2 Coríntios 5,20-6,2). Quaresma é, portanto, tempo de conversão e reconciliação em dois níveis, com Deus e com as Pessoas, em dimensão pessoal e social. A dimensão social é reforçada a cada ano pela Campanha da Fraternidade, que geralmente nos alerta acerca de uma carência social.

Fonte: Quaresma, Páscoa e Pentecostes
Padre José Bortolini

2 comentários:

  1. muito bom gostei bastante e me ajudou muito

    ResponderExcluir
  2. Adorei...Muito claro e bem explicado. Eu e uma amiga regeremos os cantos da festa no Lar Cristão São José e eu estava em dúvida com relação aos hinos selecionados...Obg :))

    ResponderExcluir